CIDADE TIRADENTES

*

MAIOR COMPLEXO HABITACIONAL DA AMÉRICA LATINA


Nos meados do século XX, com os altos custos de moradia no centro da cidade de São Paulo, muitos dos trabalhadores das indústrias e suas famílias, não mais suportando esta condição, deslocaram-se para as periferias em busca da casa própria. Neste momento, as bordas da cidade de São Paulo começaram a ser tomadas por loteamentos clandestinos e ocupações irregulares.

Devido a essa crise habitacional, no final da década de 1970, no sentido de implantar Políticas Públicas voltadas à habitação, o poder público iniciou o processo de aquisição de uma gleba de terras, no extremo leste da cidade de São Paulo, conhecida como Fazenda Santa Etelvina, então formada por eucaliptos e trechos da Mata Atlântica, para construção de prédios residenciais, destinados às famílias de baixa renda, que aguardavam na “fila” a aquisição da casa própria.

Os edifícios residenciais começaram a ser construídos, a maioria deles pela COHAB (Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo), CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo) e por grandes empreiteiras, através do SFH – Sistema Financeiro da Habitação – e do BNH – Banco Nacional da Habitação, extinto em 1986.
Surge, então, Cidade Tiradentes, onde a paisagem local foi substituída pela proliferação de conjuntos habitacionais construído como um grande conjunto periférico e monofuncional, do tipo “bairro dormitório”, para deslocamento de populações atingidas pelas obras públicas, assim como ocorreu com a Cidade de Deus, no Rio de Janeiro.

A identidade dos moradores de Cidade Tiradentes está diretamente ligada ao processo de constituição do bairro. Muitas pessoas vieram de diversas regiões da cidade de São Paulo, entre elas, Bixiga, Casa Verde, Freguesia do Ó, Jabaquara, entre outros, para a Cidade Tiradentes em busca da realização do sonho da casa própria, embora boa parte tenha se deslocado a contragosto, na ausência de outra opção de moradia. O fato de não terem encontrado no local uma infra-estrutura adequada ás suas necessidades e da região oferecer escassas oportunidades de trabalho, fez com que passassem a ter Cidade Tiradentes, como bairro dormitório e de passagem e não de destino.

O Distrito de Cidade Tiradentes tem 25 anos,  está situado a 35 quilômetros do marco zero da Capital Paulista, a Praça da Sé. Com uma população, de mais de 300 mil habitantes, ele abriga o maior complexo de conjuntos habitacionais da América Latina, com cerca de 40 mil unidades habitacionais.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s